Entrada gratuita

Cineasta e professor alagoano promove curso sobre fotografia na Uneal

Encontro com Celso Brandão acontece neste domingo (10)

POR: 7 Segundos Arapiraca, Prefeitura de Arapiraca
Profissional renomado, Celso Brandão estará em Arapiraca
Facebook Celso Brandão/Caixa Preta

O olhar é um pincel que capta a realidade. Conforme a abordagem deste mesmo olhar, qualquer sentimento pode ser expresso na fotografia.

Mas há vários fatores também envolvidos nesse “quadro” – detalhes técnicos como a “regra dos terços”, o enquadramento e a abertura do diafragma ou mesmo a ambientação e cores do que está sendo registrado no filme analógico ou digital.

Todos estes pontos serão discutidos neste domingo (10), a partir das 14h, com o renomado cineasta e fotógrafo alagoano Celso Brandão que vem a Arapiraca para realizar o curso “Introdução à Fotografia”.

Com entrada franca, o evento acontecerá no auditório da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), no bairro Alto do Cruzeiro, e tem organização do fotoclube Caixa Preta em parceria com o Núcleo de Estudos Afrobrasileiros da Uneal.

“O trabalho do Celso é único. Além de dinâmico e criativo, ele traz uma coisa muito própria, muito autêntica e também muito subversiva. O que me chama mais atenção no trabalho dele é como consegue transformar coisas ‘simples’, cotidianas de cada cultura ou expressão, em atos grandiosos”, destaca um dos envolvidos na vinda dele para cá, o fotógrafo e membro do Caixa Preta, Tarcísio Ferreira.

E ele completa: “Arapiraca é muito carente em relação a esse tipo de atividade cultural. Quando eu comecei e despertei para o lado das ‘imagens’, eu sentia necessidade de ter contato com cultura, mas não tinha oportunidade. Então queremos dar acesso a outras pessoas que estejam pensando em compartilhar e agregar conhecimento. Estamos tentando fazer algo que crie um movimento artístico e, junto com ele, um ciclo de conhecimento”.

Hoje com 66 anos de idade, Celso Brandão é graduado em Comunicação Social e professor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Ele foi um dos que se destacou nos registros estéticos e documentais que evidenciam os aspectos culturais do estado alagoano. Já dirigiu cerca de 50 filmes, sendo premiado no Festival do Cinema Brasileiro de Penedo nos anos de 1975, 1976, 1978, 1979 e 1980 e ainda participando de diversas mostras artísticas no Brasil e no mundo.

Arapiraca Celso Brandão curso fotografia gratuito Uneal

Veja Também

Comentários