Réu confesso

[Vídeo] Criminoso relata friamente detalhes do assassinato de jovem

POR: 7 Segundos, 7Segundos
Assassino contou os detalhes do crime
Josival Meneses/ 7Segundos

Na manhã desta terça-feira (17) o delegado do 54º Departamento de Polícia, Arthur César, apresentou à imprensa Fábio Júnior Lopes, vulgo "Júnior Orelha", réu confesso do assassinato de Jucielma Izabel dos Santos, 19 anos, que foi assassinada no último dia 10, no bairro Cacimbas, em Arapiraca. A prisão do autor foi efetuada na tarde desta segunda-feira (16) no povoado Canafístula do Cipriano, zona rural do município de Girau do Ponciano.

Durante entrevista à imprensa, na seda da Central de Polícia, em Arapiraca, Fábio Júnior Lopes, contou friamente todos os detalhes do dia que ele saiu para praticar assaltos em vários pontos da cidade. Ele relata que assim que saiu de sua casa, na companhia de um comparsa, avistou um grupo de quatro adolescentes a menos de 300 metros da sua residência. “Eu ia praticar os assaltos em outros bairros, mais distantes da minha casa, mas quando vi os adolescentes todos com celulares nas mãos, resolvi parar e praticar o assalto ali mesmo”, disse friamente.

Durante a entrevista, o criminoso contou sua versão para ter assassinado a adolescente. Ele disse após roubar os celulares ele teria se assustado com um jovem que tentou correr e acabou disparando a arma de fogo. “Eu estava com o revólver engatilhado e na hora de ir embora me assustei porque o rapaz estava em uma parte mais alta da calçada e achei que ele ia pular em cima de mim. Eu disparei e acabou atingindo a adolescente”, relatou friamente.

Essa versão contradiz o que os colegas de Jucielma, que também foram alvo do assalto naquele fatídico dia, relataram sobre o que teria acontecido. Eles disseram que o assaltante disparou contra Jucielma Izabel, porque ela disse que não tinha celular. “Você mentiu pra mim, não foi”, teria dito o assaltante no dia do crime e depois atirou contra a jovem.

José Barbosa dos Santos, pai de Jucielma, também estava na delegacia acompanhando o trabalho da polícia. “Espero que todos os pais não sofram o que eu estou sofrendo pela morte da minha filha. Eu não quero vingança, eu quero que ele não saia tão cedo da cadeia”, desabafou o pai.

Em entrevista ao Portal 7Segundos, o delegado Arthur César disse que a participação da sociedade denunciando o suspeito por meio do 181 foi de extrema importância para a elucidação do caso. “Mais uma vez a polícia contou com a população que ligou e denunciou o atirador. As vítimas que estavam com Jucielma no dia do crime, foram trazidas até a delegacia e reconheceram o autor dos disparos como também o condutor da motocicleta”, relatou o delegado.

O titular do 54º informou que já foi expedido o mandato de prisão preventiva do condutor da motocicleta, identificado como Renan da Silva Lira, que continua foragido. “A prisão desse suspeito deve ocorrer em um curto período de tempo, pois a foto já foi divulgada e toda a polícia já está no encalço dele”, afirmou Arthur César.

No final da entrevista o delegado faz um apelo à sociedade. “Quero fazer dois pedidos. O primeiro é que a sociedade continue ajudando o trabalho da polícia, denunciando através do 181, toda pratica criminosa. E o segundo pedido é que não compre produtos de origem duvidosa, sem nota fiscal em feiras de bairro. Porque só há crime de roubo de celular porque há quem compre produto roubado”, finalizou o delegado.

Assista a entrevista completa no vídeo abaixo feito pela equipe de reportagem do Portal 7 Segundos:

adolescente Arapiraca Assalto Entrevista roubo celular

Veja Também

Comentários