Curitiba

Polícia finaliza inquérito sobre ex-BBB acusado de estupro de vulnerável

POR: ParanaPortal/Uol
Reprodução

A Polícia Civil concluiu o inquérito sobre o ex-BBB Laércio de Moura, que foi preso em Curitiba no no dia 16 de maio por suspeita de estupro de vulnerável. O caso foi entregue entregue à Vara de Infrações Penais Contra Criança e Adolescente nesta quarta-feira (25). O Ministério Público do Paraná (MP-PR) deve decidir se oferece denúncia contra o investigado.

O ex-BBB Laércio de Moura, de 53 anos, foi preso pelo crime de estupro de vulnerável e por fornecer bebidas alcoólicas a adolescentes. Ele está detido preventivamente – sem prazo para a soltura. Laércio foi preso dentro do apartamento onde mora, no bairro Batel.

De acordo com o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescentes Vítimas de Crime (Nucria), ele também é investigado por outros crimes previstos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

As investigações começaram ainda quando o curitibano participava do reality show Big Brother Brasil, como relata a delegada Daniela Andrade. De acordo com a Polícia Civil, a prisão foi solicitada à Justiça depois que vítimas foram identificadas e localizadas

. Dentro do programa, ele chegou a ser chamado de pedófilo, por outra participante, depois de ter declarado que tinha duas namoradas, uma com 19 anos e outra com 17. Com a repercussão negativa, a página de Láercio nas redes sociais, à época, chegou a ser deletada, depois que internautas descobriram que ele acompanhava páginas de supremacia branca, armas e se declarou efebófilo – na prática, é a pessoa que tem atração sexual por adolescentes de 12 a 17 anos.

acusado de estupro Ex-BBB finaliza inquérito Polícia vulnerável

Comentários