Hemerson Casado

As celebridades estão levando na brincadeira, diz médico alagoano diagnosticado com ELA

POR: Alana Berto
Reprodução

Após a campanha do banho de água gelada feita entre as celebridades, o médico alagoano Hemerson Casado, diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica (ELA) em agosto de 2012, postou um vídeo nesta segunda-feira (18), na página do Facebook “Dê um milhão para ELA”, em que ele critica a campanha realizada no Brasil.

O médico justifica que a ELA é uma doença séria e diferente da campanha feita nos Estados Unidos, ele colocou que no Brasil as celebridades estão levando na brincadeira. “Essa semana vários amigos me mandaram mensagens para que eu visse a campanha do banho de balde gelado, realizada nos EUA, um país sério, onde se dá uma atenção muito grande a doença. Só esse ano o presidente Obama sancionou uma lei que garante 1,8 trilhão de dólares para o Instituto Nacional de Saúde estudar a doença”, colocou Hemerson.

No vídeo, Hemerson relembra que nesses dois anos após receber o diagnóstico da doença tentou de tudo para se tornar uma ativista para conscientizar a população brasileira, o governo e as autoridades sobre a necessidade dos recursos para pesquisas e para tentar descobrir centros de pesquisa que realmente trabalhem com a doença. “O que eu consegui foi na minha campanha ‘Doe um milhão para ELA’, em 8 meses uma arrecadação de R$ 59 mil. Consegui descobrir que não existe cientista devotado a doença e os que se dizem são falsos e são covardes”, lamentou.

O médico completou ainda que em uma semana as celebridades norte-americanas recolheram cerca de 8 milhões de dólares e se comprometeram com a doença. “Essa campanha chegou ao Brasil e virou o que eles chamam de hit e as celebridades brasileiras estão levando na brincadeira. O banho gelado não deve tocar o corpo e sim a alma”, desabafou.

Hemerson continua e fala que está sendo arrecadado US$ 100 por pessoa, mas questiona: “Que quantidade de dinheiro a campanha irá arrecadar, para onde vai esse dinheiro e o que será feito com o valor arrecadado”.

O médico frisou que o Brasil precisa de pesquisas. “Temos que ter estudos, pesquisas nacionais e fazer consórcios nacionais. Temos que trazer pesquisas de fora para cá”.

Ele contou que está trabalhando para trazer para o Brasil um estudo americano que irá realizar terapia experimental em 150 pacientes. “Estou na luta para levantar dinheiro pelo governo e pela iniciativa privada”, declarou.

Hemerson finaliza o vídeo dizendo que vai aderir à campanha do banho de água gelada. Porém, ao virar o balde o recipiente se mostra sem conteúdo. “Meu balde não tem nada dentro porque a ELA não é uma brincadeira. A ELA tem que ser levada a sério”, finalizou.

Sobre a campanha

Na semana passada celebridades como Taylor Swift, Just Bieber, Steven Spielberg, Justin Timberlake aderiram à campanha em que personalidades são desafiadas a jogar um balde de água gelada contra a cabeça ou fazer uma doação de US$ 100 ou escolher pelas duas alternativas. Os participantes da brincadeira têm 24 horas para desafiar outra pessoa.

Esta semana a campanha se tornou viral no Brasil e vários artistas brasileiros a exemplo da cantora Ivete Sangalo, da apresentadora Fátima Bernardes e Ana Maria Braga que tomaram o banho.

Sobre a doença

A esclerose lateral amiotrófica é provocada pela degeneração progressiva dos neurônios motor superior e motor inferior. Os neurônios perdem a capacidade de transmitir impulsos nervosos.

Os principais sintomas da doença são fraqueza muscular, endurecimento dos músculos, atrofia, espasmos e perda de sensibilidade. Ainda não se sabe a causa a doença.

Clique aqui para ver o vídeo postado por Hemerson Casado.



 

Galeria de Fotos


Comentários