Líder dos Sem Terra presta depoimento na Delegacia de Messias

Ele é acusado de ser o responsável pelo vandalismo no prédio da prefeitura

Renato (camisa azul) foi interrogado na Delegacia
ROBERTO VENTURA
Repórter


O líder do movimento dos Trabalhadores Sem Terra da Liga dos Camponeses dos Pobres (LCP), Renato da Silva, 52, prestou depoimento nesta terça-feira no cartório da Delegacia da cidade de Messias, ao delegado Ivanildo Inácio de Brito, sobre os fatos ocorridos nas dependências da Prefeitura Municipal.

O interrogatório se deu por conta dos acontecimentos no dia da manifestação em que os trabalhadores quebraram as grades de proteção do Poder Executivo messiense. O motivo da desordem teria sido o tratamento hostil que alguns funcionários da prefeitura teriam dispensado aos manifestantes.

“Eu disse ao delegado que não mandamos quebrar nada, apenas quando chegamos perto da prefeitura fomos recebidos com palavras de cachorros, mundiça, maloqueiros e bando de desocupados. Com isso, o pessoal não aguentou aquilo e resolveu arrancar a grade da prefeitura, não tivemos como conter a fúria do pessoal”, afirmou o líder.

A reportagem do Portal 7 Segundos tentou entrar em contato com o delegado Ivanildo Inácio de Brito, mas o telefone celular estava desligado.

Comentários