Palavra do comandante

Nedo Xavier afirma que vai tirar o ASA da situação difícil no estadual

Alvinegro ainda não venceu no Campeonato Alagoano

POR: Ascom/ASA
Nedo Xavier, técnico do ASA
Ascom/ASA

Na primeira entrevista coletiva no início da noite desta quinta-feira (7), na Sala de Imprensa do ASA, o coordenador técnico do alvinegro, Nedo Xavier, disse que veio a Arapiraca porque acredita no Gigante de Alagoas e vai tirá-lo da difícil situação que ele se encontra no Campeonato Alagoano.

“Cada jogo agora é uma guerra e vamos entrar em campo para vencer”, disse Valdonedo Xavier, de 66 anos, que chegou nesta madrugada a Arapiraca para ajustar o elenco do ASA e definir a equipe a caminhar unida para os próximos jogos com o objetivo de conquistar vitórias.

“O momento é muito difícil para o ASA é uma tarefa muito difícil e árdua, mas vamos trabalhar juntos com a diretoria, a comissão técnica, o elenco e os torcedores para sairmos dessa situação delicada”, reconheceu o experiente técnico de futebol que veio de Curitiba, onde mora, direto para Arapiraca.
Na primeira entrevista coletiva no início da noite desta quinta-feira (7), na Sala de Imprensa do ASA, o coordenador técnico do alvinegro, Nedo Xavier, disse que veio a Arapiraca porque acredita no Gigante de Alagoas e vai tirá-lo da difícil situação que ele se encontra no Campeonato Alagoano.

“Cada jogo agora é uma guerra e vamos entrar em campo para vencer”, disse Valdonedo Xavier, de 66 anos, que chegou nesta madrugada a Arapiraca para ajustar o elenco do ASA e definir a equipe a caminhar unida para os próximos jogos com o objetivo de conquistar vitórias.

“O momento é muito difícil para o ASA é uma tarefa muito difícil e árdua, mas vamos trabalhar juntos com a diretoria, a comissão técnica, o elenco e os torcedores para sairmos dessa situação delicada”, reconheceu o experiente técnico de futebol que veio de Curitiba, onde mora, direto para Arapiraca.

“Eu deixei muitos amigos aqui em Arapiraca e a gente chega com muita vontade de vencer, de lutar e deixar o ASA em uma situação mais confortável”, revelou.

Nedo Xavier passou apenas 30 minutos com o elenco do ASA em campo, mas obteve informações dos jogadores e assistiu a vídeos dos três primeiros jogos do Campeonato Alagoano e já percebeu o que pode ser melhorado em campo.

“Estou conversando com toda a equipe e falando para que eles não cometessem mais os erros que fizeram em campo e em pouco tempo trabalhar o máximo possível”, destacou o coordenador.

Dimensão Capela

Nedo Xavier disse que está trocando ideias com o técnico Alysson Dantas para analisar a equipe escalada por ele para enfrentar o Dimensão Capela no próximo sábado (9), em Capela, pelo Campeonato Alagoano.

“O time tem que marcar mais e ter mais posse de bola e trabalhar a bola parada, embora vamos jogar em um campo horrível e lutar para vencer para fazer um bom campeonato”, ressaltou.

O coordenador técnico do ASA solicitou a presença na comissão do técnico do Sub-20, Moisés Neto, para somar com a equipe profissional.

“O Moisés é um amigo e gente do bem e quanto mais a gente somar pessoas que agreguem o bem será melhor para todos nós”, definiu Nedo Xavier.

Campeonatos

Perguntado sobre o acerto com ele no ASA, o coordenador afirmou que veio para trabalhar pelo Campeonato Alagoano e para a Série D do Brasileiro também.

“Vou pensar no alagoano para a gente sair dessa situação delicada e aí sim, pensar na Série D, mas fazer um laboratório no estadual e formar uma equipe para disputar a Série D”, respondeu ele.

Sobre a falta de entrosamento do elenco nos primeiros jogos do ASA no Campeonato Alagoano e a falta de união da equipe, Nedo Xavier foi determinado.

“Em 20 minutos que estive com o Alysson percebi um grande defeito que a equipe é muito muda, os jogadores não falam entre si e isso não existe no futebol uma equipe que não fala. Não existe no futebol uma equipe que não se cobre dentro de campo”, observou o técnico de futebol.

Bons jogadores

Nedo Xavier destacou que o ASA tem jogadores experientes e de qualidade e que, dentro de campo, são 90 minutos da vida de todos os profissionais envolvidos e cada jogo é uma guerra.

“Tem que haver cobrança, tem que saber falar, tem que saber ouvir, tem que se entregar ao máximo e vamos fazer tudo isso e já aplicar no jogo de sábado contra o Dimensão”, finalizou Nedo Xavier.

alvinegro ASA Campeonato Alagoano Futebol Nedo Xavier

Veja Também

Comentários