clima quente

Jaelson entrega cargo, e auxiliar irá comandar o ASA contra o Coruripe

POR: Augusto Oliveira - Estagiário
Jaelson Marcelino
Jânio Barbosa

O clima anda quente no ASA após a eliminação para o CSA na semifinal do Campeonato Alagoano. Ainda no vestiário do Estádio Rei Pelé, Jaelson Marcelino entregou o cargo e não é mais técnico do Alvinegro. O auxiliar Moisés Lima vai treinar a equipe na disputa do terceiro lugar contra o Coruripe.

A insatisfação por parte do Jaelson se deu por uma possível contratação de um novo técnico para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. O nome cotado para assumir é do Carlos Rabello, que estava no futebol baiano.

Sabendo que não iria continuar no clube, Jaelson ficou incomodado ao não ter sido informado que não ficaria para a sequência da temporada. Em um áudio divulgado nas redes sociais, o ex-técnico do ASA comentou que irá conceder uma entrevista coletiva em Arapiraca explicando a situação.

Vice-presidente do ASA, Zé da Danco falou que Jaelson já sabia da situação e que foi contratado para comandar o time apenas na reta final do Campeonato Alagoano. O dirigente falou que fez uma proposta para Jaelson ser superintendente de futebol ou auxiliar do futuro técnico, mas que ele não aceitou.

Em meio a tudo isso, os jogadores do ASA se reapresentam nesta segunda-feira, às 15h30. A disputa contra o Coruripe vale uma vaga na Copa do Brasil de 2019. Serão dois jogos, com o primeiro sendo em Coruripe. A Federação Alagoana de Futebol ainda vai confirmar as datas dos jogos.

alvinegro ASA Campeonato Alagoano Jaelson Marcelino

Veja Também

Comentários