MAIS UMA

Cris Cyborg nocauteia no 1º round e convoca Amanda Nunes para superluta

POR: 7 Segundos Arapiraca, Uol Esporte
Cris Cyborg nocauteou Yana Kunitskaya no primeiro round
Diego Ribas/Ag. Fight

Grande estrela da noite, Cris 'Cyborg' não se arrependeu de aceitar a luta contra Yana Kunitskaya em cima da hora para salvar o card do UFC 222, evento realizado neste sábado (3) no ginásio T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA). Sem tomar conhecimento da russa, a brasileira mostrou mais uma vez porque é a maior lutadora de MMA de todos os tempos e anotou mais um nocaute para a sua carreira.

Invicta desde 2005, Cyborg defendeu com êxito o cinturão dos pesos-penas (66 kg) pela segunda vez. E se em sua última apresentação, contra Holly Holm em dezembro do ano passado, a curitibana sangrou pela primeira vez em uma luta oficial, desta vez ela não correu tantos riscos. Melhor em pé desde o início, Cris chegou a ser derrubada e levou cerca de dois minutos para se livrar do clinche e da insistência da rival em agarrá-la. 

Depois disso, nada pôde pará-la. Com um cruzado de direita, a campeã levou Yana a knockdown, e no chão sua sequência de golpes no ground and pound garantiu o encerramento do confronto ainda na etapa inicial.

Após ser anunciada como a grande vencedora do card que garantiu a realização, Cris mandou recado direto para Amanda Nune, campeã dos galos (61 kg) que a desafiou no início do ano. "Treino todo o tempo. Aceitei essa luta no estilo Chute Boxe. Estava de férias e aceitei com três semanas de aviso Eu espero pela Amanda agora. Ela me desafiou e agora estou esperando. Quero fazer essa luta, ela me desafiou. e quando você provoca a Cyborg, você tem que aguentar".

Acompanhe os resultados do UFC 222:

Cris 'Cyborg' nocauteou Yana Kunitskaya no 1º round; Brian Ortega nocauteou Frankie Edgar no 1º round;

Sean O'Malley venceu Andre Soukhamthath por decisão unânime; Andrei Arlovski venceu Stefan Struve por decisão unânime; Ketlen Vieira venceu Cat Zingano por decisão dividida;

Mackenzie Dern venceu Ashley Yoder por decisão dividida;

Alexander Hernandez nocauteou Beneil Dariush no 1º round; John Dodson venceu Pedro Munhoz por decisão dividida;

C. B. Dollaway venceu Hector Lombard por desclassificação;

Zak Ottow nocauteou Mike Pyle no 1º round;

Cody Stamann venceu Bryan Caraway por decisão dividida; 

Jordan Johnson venceu Adam Milstead por decisão dividida.

Brasil cyborg lutas UFC

Veja Também

Comentários