Lamentável

Técnico Luiz Paulo confirma agressão contra gerente de futebol

POR: Claudio Barbosa
Luiz Paulo confirmou ter agredido Elias Mansur
Victor Hugo/Ascom ASA

Em entrevista ao repórter Everton Luiz, da Rádio Novo Nordeste, o ex-técnico do ASA, Luiz Paulo, fez um relato contundente do que aconteceu no vestiário após o jogo com o Corumbaense-MS, pela Copa do Brasil. Segundo ele, não considerou surpresa essa demissão, em virtude da derrota e a desclassificação na competição.

Mas, após o jogo, segundo Luiz Paulo o vestiário foi péssimo. “Eu não posso deixar de falar, porque foi um vestiário muito ruim. Um vestiário muito pesado. Eu tomei uma atitude imprópria de um treinador de futebol”, disse.

Explicando que atitude foi essa, fez críticas ao gerente de futebol Elias Mansur. “O gerente de futebol não me recebeu da forma que eu deveria ter sido recebido, como treinador de futebol. Ele entrou no meu quarto, na minha primeira semana de Arapiraca, dizendo que tinha 17 treinadores na lista da diretoria, depois que ele rebaixou o time da C pra D”.

E continuou: “fiquei preocupado com esse rapaz, um cara que ia torcer contra mim. Foram 60 dias difíceis, com um cara torcendo contra, minando meu trabalho e nesse vestiário foi muito difícil. Porque contra o CSE ele não me cumprimentou. Numa eliminação, num momento difícil desse, veio me cumprimentar . Infelizmente tive que agredi-lo”, completou.

Quando perguntado sobre o tipo de agressão, ele voltou a admitir que foi uma atitude imprópria, mas agrediu “em forma de soco”. Ele afirmou que estava muito chateado, angustiado e por isso que o fato aconteceu.

Lado alvinegro

O gerente de futebol, Elias Mansur, foi procurado pelo portal 7 segundos, mas preferiu não se pronunciar.

O diretor de futebol Freitas Nascimento, por sua vez, lamentou o episódio. Quanto ao futuro treinador, afirmou que a escolha será feita de forma cautelosa.  

Galeria de Fotos


agressão ASA Luiz Paulo Mansur

Comentários