Ferido a facadas

Ex- jogador Warley nega envolvimento com travesti e reafirma versão de assalto

POR: Claudio Barbosa com Globoesporte.com
Ex-jogador da seleção brasileira de futebol e atual diretor do Botafogo-PB, Warley Santos
Reprodução / TV Cabo Branco

O  ex-jogador Warley finalmente falou sobre a agressão sofrida por ele na semana passada, quando recebeu três facadas e teve que passar por duas cirurgias em hospitais de João Pessoa. O gerente de futebol do Botafogo-PB confirmou a versão de assalto e criticou que o julga baseado no depoimento do suspeito Victor Coelho, de que tudo foi originado após desentendimento por um programa.

Visivelmente emocionado, Warley nega que tenha contratado Victor, que trabalhana noite pessoense como uma travesti, e reitera que foi vítima de um assalto quando chegava em casa, no bairro de Manaíra.

"Fui vítima. Fui agredido covardemente. Tive minha imagem afetada, mas tenho certeza que a verdade vai prevalecer. Muitas pessoas me julgaram e julgam e não pensaram que tenho família, filho, uma carreira nova", afirmou. 

E conrtinuou: "Tive o meu celular roubado e encontrado na casa do acusado pela polícia. Escapei pela graça de Deus, primeiramente, mas também pela ajuda de amigos e pelos médicos, que foram anjos nessa situação". 

De acordo com o delegado Diego Garcia, a expectativa é que as investigações sejam concluídas na semana que vem. Ele já tem os depoimentos de Warley e Victor Coelho, e agora espera finalizar o inquérito confrontando as duas versões com as das testemunhas e os vídeos de câmeras de segurança que a polícia já tem em mãos.

Versão do acusado

O suspeito Victor Coelho foi ouvido pela polícia e preso. Apesar de ter negado o assalto, ele admitiu que houve briga com o ex-atacante porque Warley não quis pagar por um programa sexual na madrugada da última sexta-feira. Victor foi liberado na quarta-feira após audiência de custódia.

Ainda durante a audiência, o promotor de Justiça, Ricardo Alex, requereu o pedido de prisão preventiva de Victor Coelho. O processo foi levado para uma Vara Criminal de João Pessoa para dar continuidade. Só então o juiz que vai ficar responsável pelo caso poderá acatar ou não o pedido do promotor.

Galeria de Fotos


Assalto facadas Travesti Warley

Comentários