Mudança de endereço

Agora no Cruzeiro, Mano Menezes e Fred tiveram desentendimento na Seleção

POR: Claudio Barbosa com Superesportes
Fred está de volta ao Cruzeiro
Site oficial do CruzeiroMG

O técnico Mano Menezes e o atacante Fred já tiveram um mal-estar público em 2012. Naquela época, o então treinador da Seleção Brasileira preferiu testar um time sem centroavante e relegou o então jogador do Fluminense. Em alta no futebol brasileiro, Fred ficou um tempo fora do selecionado canarinho e reclamou em declarações à imprensa. Depois de muito tempo, eles vão se reencontrar no Cruzeiro.

Aparentemente, não ficou nenhum ressentimento entre as partes. Prova disso é que Mano aprovou a chegada de Fred, segundo revelou Itair Machado ao Superesportes. O atacante também topou trabalhar com o comandante gaúcho.

O desentendimento entre Mano Menezes e Fred começou no jogo entre Brasil e México, em outubro de 2011. Mano escalou um time sem centroavante – a equipe jogou com Lucas, Neymar e Hulk. Fred acompanhou o jogo todo do banco. O Brasil venceu por 2 a 1, gols de Marcelo e Ronaldinho. Nas convocações seguintes, Fred acabou esquecido. O atacante reclamou publicamente em 2012.

“Eu nem penso em Seleção enquanto o Mano estiver lá, cara. Desde o jogo contra o México que não tinha centroavante para jogar e ele colocou o Lucas para jogar de centroavante de costas, e eu fiquei no banco e nem entrei, ali eu vi que realmente o Mano não gosta do meu trabalho. Sou atacante, vivo de gols, estou fazendo gols. Então, não sei mais o que ele quer. Mas eu respeito. Mas o que eu falei, enquanto o Mano estiver no comando da Seleção, eu não crio expectativa nenhuma para ir para Seleção”, disse Fred, em 2012.
O curioso é que em 2012, no auge da polêmica, Mano voltou a chamar Fred para o Superclássico, e o atacante marcou o gol no tempo normal na derrota para a Argentina por 2 a 1. O centroavante também deixou sua marca na disputa de pênaltis. O Brasil venceu nas penalidades e ficou com a taça.   

Como se viu nesta temporada no Cruzeiro, Mano Menezes prefere um jogador com mais mobilidade no ataque. Ábila não vingou com o treinador, e o time celeste chegou a entrar em campo em várias oportunidades sem uma referência no ataque. Caberá a Fred mostrar que pode ser o definidor que faltou à Raposa em 2017. 

cruzeiro Fred Mano Menezes

Comentários