Caiu !

Eduardo Baptista é demitido e não é mais o técnico do Atlético Paranaense

POR: Claudio Barbosa com Tribuna do Paraná
Passagem de Eduardo Baptista pelo Furacão durou apenas 48 dias.
Foto: Marcelo Andrade

Durou pouco o ciclo do técnico Eduardo Baptista no Atlético. Com apenas 13 jogos no comando do clube e aproveitamento de 45,2%, o treinador foi demitido na manhã desta segunda-feira (10), depois de empatar em 1×1 diante da Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó, no domingo (9). Além dos resultados ruins recentes – são quatro jogos sem vitórias -, as atuações ruins do Furacão fizeram a diretoria tomar essa atitude. Paulo Autuori, que estava atuando na gestão do clube, também deve sair.

O Rubro-Negro vive um dos seus piores momentos na temporada. Apesar de recentemente ter somado quatro vitórias seguidas, o time não vence há duas rodadas no Brasileirão e vem de resultados ruins no mata-mata da Copa do Brasil e da Libertadores. Na competição nacional foi goleado pelo Grêmio, em Porto Alegre, por 4×0, e no torneio internacional foi superado em casa pelo Santos por 3×2.

Eduardo Baptista foi anunciado como técnico do Atlético no dia 23 de maio para substituir Paulo Autuori, que passou a ocupar um cargo na gestão do clube. Em 13 partidas, foram cinco vitórias, três empates e cinco derrotas.

Uma mudança que afeta todo o departamento de futebol do clube, uma vez que Autuori dificilmente continuará. O ex-treinador, sempre defensor de trabalhos longos e contrários a demissões precoces de técnicos, defendia a permanência de Eduardo Baptista. Inclusive, na apresentação, deu a entender que sairia em caso de demissão do seu substituto.

O Furacão agora corre contra o tempo para anunciar seu novo comandante. Diante do Cruzeiro, nesta quarta-feira (12), na Arena da Baixada, Bruno Pivetti deve comandar a equipe rubro-negra.

Atlético PR demitido Eduardo Baptista

Comentários