Memória

Autódromo de Ímola faz homenagem aos 23 anos da morte do piloto Ayrton Senna

POR: Claudio Barbosa com IG esportes
Ayrton Senna morreu no dia 1º de maio de 1994 após sofrer acidente no GP italiano de Ímola
Reprodução Facebook

O autódromo italiano de Ímola, localizado na província de Bolonha, cenário da corrida mais trágica da história da Fórmula 1, abriu sua pista ao público em homenagem aos 23 anos da morte do piloto brasileiro Ayrton Senna. 

O evento que se realiza nesta segunda-feira, dia 1º de maio, lembra a data em que aconteceu o acidente de Ayrton Senna na temida curva Tamburello. Os organizadores decidiram expor na pista o lendário Kart com o número "17" que lançou o piloto no automobilismo internacional.

Vale lembrar que no mesmo local, um dia antes da morte do brasileiro, ainda nos treinos, o piloto austríaco Roland Ratzenberger também sofreu um grave acidente e faleceu no local. 

Lembranças

Domingo, 1º de maio de 1994, um dos dias mais tristes da história do esporte brasileiro e mundial. Após forte batida durante o Grande Prêmio de San Marino de Fórmula 1, Senna não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital, deixando os fãs do automobilismo em choque.

Naquela ocasião, o norueguês Thomas Gronvold assistiu à corrida das arquibancadas do circuito e fez uma série de gravações amadoras, a princípio despretensiosas, e que hoje, quase 23 anos depois, ganham um valor histórico inestimável. Nos vídeos é possível ver Ayrton Senna nos boxes, seu desempenho na pista, o acidente de Pedro Lamy com JJ Lehto e as voltas anteriores ao fatídico acidente, bem como os bastidores.

 

Airton Senna Fórmula 1 Ímola

Comentários