Bomba na série C

Macaé acusa Mogi Mirim de escalar jogador de forma irregular na Série C

POR: Claudio Barbosa com agência Futebol Interior
José Braz EPTV

O Macaé promete acionar a Justiça para tratar de uma situação um tanto quanto delicada contra o Mogi Mirim. No último sábado, quando ficaram no empate por 0 a 0, o Sapão teria escalado de forma irregular o zagueiro Henrique Motta, e, com isso, corre o risco de perder até quatro pontos, três pelo ocorrido e um pelo ponto conquistado com o resultado diante do Leão.

Henrique Motta chegou à 11ª rodada da Série C, na partida contra a Portuguesa, pendurado com dois cartões amarelos, recebidos diante de Guarani e Juventude. No duelo, levou o terceiro amarelo e ainda acabou expulso, vermelho, de forma direta. Com isso, o zagueiro teria que cumprir dois jogos de suspensão e assim foi feito.

Ficou de fora contra Guaratinguetá e Tombense. Acontece que na última quarta-feira, o jogador foi julgado pela 1ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, o STJD, e punido com dois jogos por conta do cartão vermelho recebido contra a Portuguesa, consequentemente, teria que cumprir na rodada seguinte, diante do Macaé.

DESTAQUE NO JOGO

O jogador, porém, não só foi para o jogo, como acabou sendo um dos destaques da partida, marcando até mesmo um gol que acabou anulado pela arbitragem. O Macaé, que estava atento no caso, prometeu entrar com uma solicitação para que o Sapo seja punido, já que se trata de um adversário direto na luta contra o rebaixamento na Série C.

"Antes da partida, o Macaé já estava atento com a situação do Henrique Motta. Como ele foi para o jogo, esperamos até terça-feira (segunda foi feriado no Rio de Janeiro) para acionarmos nosso advogado, que foi até o STJD e viu que o Mogi Mirim não entrou com recurso sobre a punição de dois jogos recebida pelo jogador na partida contra a Portuguesa, atribuída no Julgamento da 1ª Comissão Disciplinar na quarta-feira. No entendimento do Macaé, o Mogi escalou o jogador de forma irregular. Vamos entrar até quinta-feira com uma notícia de infração, pois não é justo que um jogador jogue de forma irregular contra qualquer outra equipe", disse a assessoria de imprensa do Leão, em entrevista exclusiva com o Portal Futebol Interior.

Se a punição for atribuída, o Mogi Mirim perderia quatro pontos, ficando com 16 na tabela de classificação. Mesmo assim teria cinco de vantagem da Portuguesa, primeiro time dentro da zona de rebaixamento, e quatro do Macaé, porém, ficaria longe da briga pelo acesso. O Ypiranga, quarto colocado, tem 23.

A reportagem tentou entrou em contato com membros da diretoria do Mogi, mas não obteve resposta.
 

Mogi Mirim zagueiro

Comentários