Ricardo Teixeira terá aposentadoria especial até 2030

Ex-presidente da CBF é contemplado com benefício proporcional

POR: Folha
Ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira receberá aposentadoria especial da Fifa até 2030. Isso porque o cartola também renunciou a cargo no Comitê-Executivo da entidade que comanda o futebol mundial. O benefício é pago a dirigentes que fizeram parte dos quadros da Fifa por pelo menos oito anos e é proporcional ao tempo de permanência no órgão. Ricardo Teixeira, por exemplo, ficou lá por 18 temporadas, de 1994 a 2012.

A entidade evitou falar sobre a situação do brasileiro, mas tudo indica que os valores são altos. Afinal, apesar de serem apenas 24 os membros titulares do Comitê, o valor reservado para pagamento deste tipo de pensão está na casa de 30 milhões de reais. As informações são do jornal Folha de São Paulo, que compara Ricardo Teixeira ao ex-cartola Jack Warner, que renunciou a cargo na Fifa após denúncias de corrupção e passou a receber o benefício. E diz que Teixeira saiu para se afastar da suspeita de irregularidades no acordo com a empresa de marketing esportivo ISL.  


Comentários