Politicando

O objetivo do blog é analisar a conjuntura política na capital e no interior de Alagoas.

Com articulação de Teófilo, vereadores disputarão reeleição pelo DEM e PSL

Detentores de mandato migrarão para outras legendas em busca de facilidade na composição da chapa proporcional.

POR: Politicando
Câmara Municipal de Arapiraca
Assessoria

A permanência do prefeito Rogério Teófilo no PSDB parece que será garantida, mas com ressalvas. O senador Rodrigo Cunha, presidente da legenda, teria permitido que o gestor disputasse a reeleição no “ninho tucano”. No entanto, na chapa proporcional, alguns detentores de mandato não teriam espaço.

Para acomodar seus aliados, Teófilo conta com o PSL e o Democratas.  De forma indireta, o prefeito estaria prejudicando pré-candidatos que poderiam ser vitoriosos nessas legendas. Isso por que eles não disputariam com vereadores que já possuem mandato, na composição proporcional.

Acontece que Teófilo já teria dado prioridade a seus aliados que estão no poder. Ou seja: quem foi ou ia para esses partidos achando que a disputa seria igualitária, se enganou (ou foi enganado).

O diretório municipal do Democratas é comandado pelo ex-secretário de Articulação Política de Rogério Teófilo, Fernando Rezende. Já o PSL, em nível estadual, é conduzido pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Victor – que é ligado politicamente ao principal aliado de Teófilo, o deputado federal Arthur Lira (Progressistas).

Desta forma, a chapa do grupo situacionista será formada pelo PSDB, Progressistas, PSL e Democratas, e os vereadores estarão divididos entre essas legendas. Os pré-candidatos que almejam o mandato parlamentar terão grande dificuldade de se elegerem por essas legendas devido a articulação feita por Rogério Teófilo em priorizar os aliados que já lhe dão sustentação na Câmara Municipal.

Arapiraca Câmara Municipal Eleições

Veja Também

Comentários