Mozart Luna

Jornalista 

Sem entendimento

Prefeito apresenta proposta 2.33% de reajuste para os professores em Arapiraca

Educadores disseram que proposta foi ridícula e trabalhadores podem manter a greve

POR: Mozart Luna, 12
Rogério Teófilo
7 Segundos

O impasse entre professores e o prefeito Rogério Teófilo (PSDB) continua em Arapiraca

 

A reunião entre os representantes do Sinteal Arapiraca e o prefeito Rogério Teófilo (PSDB) ocorreu ontem à tarde e durou até a noite, terminando por volta das 22 horas não se chegando a um entendimento, já que a contra proposta apresentada pelo gestor 2.33%, para ser pago somente em setembro.

A proposta foi considerada ridícula por parte das lideranças sindicais já que a proposta de reajuste era de 7,64%. A categoria deverá realizar uma assembléia geral ainda hoje para analisar a contra proposta do prefeito Rogério Teófilo, mas segundo as representantes da categoria não será aceita.

A greve dos professores em Arapiraca já perdura 46 dias e a situação do calendário escolar fica cada vez mais complicada na capital alagoana do Agreste, já que além da greve dos professores a rede municipal de ensino sofre com a normalidade das aulas desde o inicio do ano, quando a contratação de professores se deu através do Processo Seletivo Simplificado (PSS) com apresentação de títulos.

A atual administração não seguiu a orientação do Ministério Publico em prorrogar o contratado dos professores da gestão passada e iniciou uma nova seleção, próximo ao inicio das aulas. O  processo de inscrição e analise dos títulos foi longo e a o PSS já está na sua 14ª chamada comprometendo o cumprimento do calendário escolar.

Na semana passada, centenas de pais foram à Câmara Municipal desesperados pedir aos vereadores e ao deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB) para tentar intervir no impasse entre professores e o Poder Executivo Municipal.

 

greve

Comentários