Mozart Luna

Jornalista 

Câmara

Secretário de Desenvolvimento Urbano e Obras, Daniel Soares comparece a audiência pública convocada pela Câmara

Vereadores disseram que a cidade está sem manutenção e buracos proliferam nas ruas

POR: Ascom, Mozart Luna
Audiência pública com o secretário de obras de Arapiraca
Samuel Alves/Ascom Prefeitura

Pela segunda vez em menos de vinte dias e sob à presidência da vereadora Professora Graça (PDT), a Câmara Municipal de Arapiraca , realizou na manhã e início da tarde desta quinta-feira (1), sua segunda audiência pública para discutir problemas da cidade.

Desta vez, com a presença do secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Obras, Daniel Soares de Freitas, atendendo requerimento assinado por todos os vereadores, para fazer uma explanação a cerca das atividades de sua pasta.

A audiência pública, foi realizada pela manhã  e o secretário fez uma prestação de contas desde quando assumiu a pasta no dia primeiro de janeiro deste ano, enumerando dezenas de obras a serem concluídas na administração do prefeito Rogério Teófilo (PSDB).

Foram dezenas de questionamentos feitos pelos vereadores sobre as atividades da secretaria, entre elas, as obras inacabadas com a pavimentação de ruas que têm sido alvos de dezenas de solicitações da comunidade aos próprios vereadores.

Entre elas, a Rua São João, no alto do Cruzeiro, que segundo os vereadores, é praticamente impossível se transitar por aquela artéria, devido o grande número de buracos, o que tem revoltado motoristas, mototaxistas e os próprios moradores.

Em sua explanação, Daniel Soares iniciou falando sobre as dificuldades enfrentadas pela burocracia para realizar suas atividades dentro da pasta.

Ele disse que muitas obras estão paralisadas para que sejam avaliadas e recebam os pareceres técnicos,

Durante a audiência pública, um dos questionamentos dos vereadores, foi com relação aos buracos nas ruas, que tem sido alvo de críticas da população, principalmente nos meios de comunicação da cidade.

Segundo ele, a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), quando realiza seus serviços, a empresa não comunica a prefeitura a realização dos serviços e muito menos os locais, deixando os buracos para serem tapados pela própria prefeitura, que de acordo com ele, não é de sua responsabilidade e que deverá assinar um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), para evitar que isso aconteça, sob pena de a própria administração tomar as medidas necessárias.

Ele também falou sobre os loteamentos clandestinos, garantindo que a administração está atenta a esse sério problema e que o jurídico está tomando todas as providências, como também, os condomínios particulares que não estão cumprindo todas as normas vigentes da administração municipal.

Outro assunto levantado pelos vereadores, foi com relação as licenças para a instalação de postos de combustíveis em áreas povoadas, ele disse que todas as instalações desses postos estão dentro do que preceitua a lei e dentro da normalidade.

O secretário também anunciou, que nesta sexta-feira (2), o prefeito Rogério Teófilo,  assina  as ordens de serviços para o início de três obras no município arapiraquense, uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de porte II, no bairro Baixa Grande, um Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), na Vila Bananeiras, e um galpão do tipo garagem para manutenção de máquinas e equipamentos agrícolas, no povoado Pau D’arco.

Uma das obras, segundo o secretário, é a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que tem o valor de R$ 3.276.632,58, será construída pela Plataforma Engenharia e terá sua estrutura física localizada na Rua João Alexandre dos Santos, nas imediações do bairro Baixa Grande, atendendo a todo o município e regiões circunvizinhas.

Outra obra anunciada por ele,  foi com relação as ordens de serviço, a comunidade de Bananeiras, nas proximidades da Biblioteca Digital Arapiraquinha, na Rua João Francisco Aureliano, receberá as edificações do Centro de Iniciação ao Esporte, que tem como a pretensão, em uma só estrutura, a formação de atletas, entre crianças e adolescentes, em esportes de alto rendimento.

Outros questionamentos foram feitos pelos vereadores, que deixaram claro, a posição da Câmara Municipal de Arapiraca, ao convidar um secretário para falar sobre sua pasta, afirmando, que não se tratava de nenhum tipo de perseguição, mas ouvir de cada um dos secretários, explicações sobre suas atividades, para que só desta forma, possam também, prestar contas à população.

Temas como o Riacho Piauí, a ampliação dos cemitérios públicos, praças e logradouros, foram abordados pelos vereadores, que receberam do secretário, a garantia de que um documento seria elaborado e discutido com o prefeito Rogério Teófilo.

Ao final, a presidente da Casa, Professora Graça, disse que a exemplo dos demais vereadores, se dava por satisfeita com as explicações do secretário e que aguardava a sua presença outras vezes ao Poder Legislativo, para prestar contas, não apenas ao Poder Legislativo, que tem como principal papel, fiscalizar a administração municipal, mas a própria sociedade que cobra diariamente de cada vereador.

Estiveram participando ainda, os vereadores Rogério Nezinho, Pablo Fênix, Willomaks da Saúde, Sinielza Pessoa, Pastor Marcos Caetano Thiago ML, Edvanio do Zé Baixinho, Sérgio do Sindicato, Jario Barros e Dr. Fábio, além de secretários municipais e assessores técnicos da prefeitura de Arapiraca.

buracos

Comentários