Jean Rafael

Médico cirurgião geral com residência médica em cirurgia geral; Professor mestre em ensino na saúde; Pós-graduado em ensino na Saúde pelo Hospital Sírio Libanês; Pós-graduado em Auditoria de Sistemas de Saúde pela Estácio de Sá do RJ; Pós-graduado em Psicoterapia Transpessoal.

O sono está diminuindo nos brasileiros.

POR: jean rafael, folha de são paulo
DR Jean Rafael

Quem nunca passou uma noite em branco, sem conseguir dormir?

Vou relatar minha experiência pessoal acerca de como a um tempo atrás me encontrava no outro dia após uma noite mal dormida. Já na madrugada por volta das 4 da manhã vinha o desespero, pois não sabia se daria conta das demandas e sintomas que estavam por vir.

  1. Falta de concentração
  2. Fadiga excessiva,
  3. Problemas na articulação da fala,
  4. Tontura,
  5. Irritação, baixa criatividade e baixa autoestima.
  6. Ansiedade e até tristeza.

Os principais fatores que causavam essas alterações no meu sono eram: Trabalho noturno, preocupações excessivas, carga de trabalho muito grande e baladas de fim de semana que me levavam a exaustão.

A Revista Science Advances com base em dados coletados por meio de um aplicativo de smartphone verificou que o Brasil está entre os países que tem a noite de sono mais curta do mundo, vamos para cama por volta das 23:40 e dormimos em média 7 horas e 36 min.

No final de 2012 o Instituto de pesquisa e orientação da mente (IPOM) obteve após uma avaliação que 69% dos entrevistados tinham uma qualidade de sono ruim. Entre os maiores vilões estavam: Preocupações com problemas familiares e financeiros (50%), estresse (40%) e a dificuldade de desligar televisão, celular e internet (28%).

Recentemente em pesquisa realizada pelo Data Folha foi evidenciado que a qualidade do sono entre as pessoas com mais de 60 anos piorou consideravelmente nos últimos 10 anos. Sendo assim, vale ressaltar que é muito importante ter uma noite de sono para manter a saúde física e mental equilibrada. Vários estudos ressaltam o impacto do sono na melhora da imunidade, diminuição de eventos cardiovasculares e no potencial intuitivo e criativo.

Algumas dicas para uma boa noite de sono: Tente evitar aparelhos eletrônicos antes de dormir, evite praticar atividades físicas próximo a hora de ir para cama, caso o sono não venha tente realizar práticas de relaxamento ou uma boa leitura, cuidado com alimentos e bebidas estimulantes.

empreendedor felicidade qualidade de vida saúde sono stresse

Comentários