Claudio Barbosa

Radialista, atua na rádio Novo Nordeste-AM. Repórter do programa Comando Geral e setorista do ASA.

Recordista, Daniel Dias disputou sete provas e ganhou sete medalhas

POR: Claudio Barbosa com Globoesporte.com
Daniel Dias
Reuters

Se tem Daniel Dias na água, tem medalha. O nadador de 28 anos segue "acostumando mal" a torcida brasileira nos Jogos do Rio. Em sua sétima prova na competição, faturou a sétima medalha e levou o Estádio Aquático ao delírio.  A desta sexta-feira foi a terceira de ouro, após vencer a final dos 50m costas da classe S5, conquistando o tricampeonato. 

Com ela, o principal nome do esporte paralímpico do país chega ao impressionante número de  22 pódios na carreira, tornando-se o segundo colocado isolado no ranking masculino de maiores medalhistas da modalidade em Paralimpíadas. 

"É algo incrível. É espetacular, algo que vai marcar para sempre minha carreira, ainda mais com essa torcida - declarou emocionado Daniel Dias, que mais uma vez foi para os braços da esposa Raquel e dos filhos Asaph e Daniel, depois de pegar sua medalha no pódio.

As medalhas

Até agora na Paralímpiada do bRio são seis medalhas, sendo três de ouro: 50m costas da classe S5, nos 50m e 200m livre da classe S5. Ele também foi prata nos 100m peito da classe SM4 e nos revezamentos 4x50m livre misto até 20 pontos e 4x100m livre até 34 pontos. O único bronze saiu nos 50m borboleta S5.

Daniel Dias natação Paralimpíada

Comentários