Claudio Barbosa

Radialista 

Tudo ou nada

Opinião: Direção do ASA recebe apoio de empresários e ex-dirigentes

O objetivo é motivar a equipe para as partidas decisivas contra Murici, CSA e CSE

POR: Claudio Barbosa
Reunião discutiu premiação para jogadores do ASA
Cortesia

Com a presença do presidente da Federação Alagoana de Futebol, Felipe Feijó, atuais diretores, ex-presidentes e conselheiros do ASA estiveram reunidos na quinta-feira (20). O objetivo do encontro: apoiar o time alvinegro. O grupo já iniciou uma mobilização, inclusive junto aos empresários, para garantir premiações aos atletas. O time arapiraquense terá pela frente Murici, CSA e CSE. Os jogadores receberão premiações pela classificação ao quadrangular e, também, em caso de conquista da vaga na Copa do Brasil.

A situação do ASA no campeonato alagoano é preocupante. A equipe alvinegra ocupa uma modesta sexta colocação, somando apenas quatro pontos. Em quatro jogos, conquistou uma vitória, teve um empate e sofreu duas derrotas seguidas, sendo uma para o CRB e outra para o Coruripe. Marcou dois gols e sofreu seis, tem um saldo negativo de quatro gols. Evidente que isso gera pressão e muitos aparecem para cobrar soluções milagrosas da diretoria, dispensas de jogadores e comissão técnica.

Mas no futebol não existem soluções milagrosas, não se dispensa ou contrata sem dinheiro e muito menos num curto espaço de tempo de apenas três jogos. Mudanças radicais não surtem efeito. Até porque os bons jogadores estão empregados, os estaduais estão todos em andamento e sem planejamento nada anda. Mesmo sabendo do desencanto de muitos sofridos torcedores, é hora de entender o momento do clube, inclusive no aspecto financeiro. E não há outra alternativa: tem que apoiar a direção e motivar o elenco para buscar a classificação no estadual. Eesses empresários e ex-dirigentes chegam em boa hora.  

Conseguindo a classificação, é buscar a vaga na Copa do Brasil, o que garantirá mais recursos para o clube em 2021.  Desculpem o comparativo, mas o ASA é aquele paciente que está no Pronto Socorro. Não precisa de ninguém “buzinando” nos ouvidos os problemas existentes, porque ele já sabe. O paciente precisa de cuidados imediatos e, devidamente avaliado, vai para o tratamento mais prolongado.

O tratamento imediato é agora, para salvar o alagoano. Concluída a competição, como haverá tempo, realizar o trabalho mais prolongado para colher os frutos em 2021.

7Segundos ASA dirigentes Empresários reunião

Veja Também

Comentários