Blog do Tinho

Wellington Silva - Tinho. Professor, Jornalista MTB 1874,   Assessor de Imprensa.

Professores de vários municípios alagoanos visitam gabinetes e ministérios sensibilizando sobre pauta dos Precatórios do Fundef

Professores pedem que deputados e lideranças sensibilizem prefeitos quanto ao pagamento dos Precatórios à categoria.

POR: Blog do Tinho
Comissão de Professores em Brasília
Blog do Tinho

Uma comissão, formada por Professores de vários Municípios alagoanos, que têm direito a receber os recursos dos precatórios do FUNDEF, está durante toda essa semana, fazendo uma grande mobilização em Brasília no sentido de informar e sensibilizar os órgãos de fiscalização e controle, a bancada alagoana e aos demais poderes, sobre a situação dos municípios quanto aos recursos do FUNDEF e das garantias constitucionais para os Profissionais da Educação.

Articulada com o apoio do Deputado Federal JHC, a comissão já esteve em visita ao Presidente do TCU, na AGU, no FNDE/MEC e também na maioria dos gabinetes dos deputados federais por Alagoas. Os professores têm sensibilizado também parlamentares de outros estados, no sentido de que a pauta da valorização da Educação deve estar frequentemente no plenário da Câmara.

Para os Profissionais, “agora cabe uma sensibilidade ainda maior dos Gestores Municipais para destinar os recursos adequadamente e contemplar os Profissionais da Educação com o seu direito líquido e cristalino quando aos precatórios do FUNDEF”, disse a Professora Joaninha.

Na comissão em Brasília, acompanhados pelo Deputado JHC, por sua assessoria e pelo Advogado Rogério Lima, estão os professores e professoras: Ricardo Matos - Porto Real, Fábio, Nubia e Mirna – Atalaia, Márcio e Meire - Barra de Santo Antônio, Fátima e Rejane – Pilar, Elisabete - Chã Preta, Zélia – Paripueira, Josefa Vieira - Marechal e Rio Largo, Tereza Calixto e Wellington Silva- São Miguel dos Campos, Jane e Gilmara de Mata Grande

Na Capital Federal, os professores têm agenda de visitas marcadas até a próxima sexta-feira (22), quando devem levar a pauta a outros gabinetes e órgãos de fiscalização e controle.

Galeria de Fotos


JHC

Comentários